Nesse conteúdo, iremos entender como fazer nossas primeiras fórmulas e instruir ao Excel, a nos ajudar a construir ou modificar fórmulas automaticamente.

Para iniciar, é preciso compreender que para dizer ao Excel que você quer iniciar a construção de uma fórmula, você deve primeiramente escolher uma célula e teclar igual.

Pressionando igual, o programa entrará em um modo de edição de fórmulas, onde neste momento todas as letras, números ou símbolos que você teclar, irão compor o conteúdo das fórmulas no Excel.

Fórmulas no Excel: O que é uma fórmula?

Fórmulas no Excel são um conjunto de textos iniciados por igual e compostos de funções, dados brutos (constantes), como números, operadores e argumentos, que realizarão um determinado processamento e retornarão um resultado. Por exemplo: exibir uma informação contida em uma célula ou uma simples soma de dois números.

Para dar um exemplo, eu irei selecionar a célula que está localizada na coluna A e linha 10.

O meu objetivo com isso, é “copiar” por referência o valor que está na célula A2. Nesse exemplo a palavra Blusa.

Pressionando = (igual) e digitando A e logo depois 2, eu estarei iniciando a construção da minha primeira fórmula que ainda não está ativa, pois eu preciso, após digita-la, teclar ENTER ou clicar em qualquer local da minha planilha.

=A2

Nesse exemplo que acabei de citar, eu apenas instruí ao Excel, a mostrar a informação que existe na célula A2 na célula A10, que é onde construí a fórmula.

Nesse momento as duas células exibem a mesma informação, mas uma contém o dado e a outra apenas contém uma referência.

Para observar quem tem uma informação de um dado bruto ou quem tem uma fórmula, você terá que reparar atenciosamente a barra superior de fórmulas.

Barra de fórmulas no Excel - Osruc
Barra de fórmulas no Excel

Essa ferramenta nos auxiliará na construção de qualquer fórmula, assim como também irá exibir qualquer dado contido em uma célula. Posso dizer, que essa ferramenta se comporta por vezes como um raio X, exibindo tudo o que compõe um conteúdo de uma célula.

Observe quando clico na célula A2. A barra de fórmulas exibe apenas um texto.

No Excel, um texto é um conjunto de caracteres alfanuméricos que pode ou não conter símbolos, desde que não se inicie com um símbolo de igual.

Agora veja quando clico na célula A10. A barra de fórmula não mostra a palavra Blusa, mas sim =A2.

Com isso, usando a barra de fórmulas eu sei exatamente diferenciar o conteúdo de qualquer célula.

Digamos que eu queira exibir, na célula B10, o conteúdo da célula B2.

Eu posso fazer isso de quatro formas diferentes:

1ª Copio o valor manualmente que é exibido na célula B2

2ª Digito uma fórmula de referência teclando =B2

3ª Copio, pressionando CTRL + C a célula A10, e selecionando a célula B10 pressiono CTRL + V

4ª Passando o ponteiro do mouse sobre o canto inferir direito da célula A10, e após o ponteiro ser modificado para um símbolo que aparenta uma cruz ou algo como um alvo, clico com o botão esquerdo do mouse sobre essa quina, e arrastando solto o retângulo de edição da célula, uma coluna à direita.

No primeiro exemplo, eu apenas copiei manualmente os valores, e isso definitivamente não será produtivo quando existirem muitos dados.

Da mesma forma, do caso 1, no exemplo 2 eu digitei manualmente a fórmula na outra célula à direita. Como já frisado, isso não é uma boa ideia quando nosso número de dados aumentarem.

Para resolver esse problema podemos instruir ao Excel, que desejamos que ele construa as fórmulas automaticamente, e eu posso fazer isso de três formas: relativamente, fixamente ou de construção mista.

Fórmulas relativas, absolutas e mistas

Fórmulas relativas: O que é uma referência relativa?

Uma formula relativa é uma expressão que contém um endereço de coluna ou linha, de forma que ao movimentar a célula que contém esta fórmula, o Excel entenderá que deverá fazer a mesma ação com a referência da fórmula.

O terceiro exemplo é um bom caso de uso de fórmula relativa. Veja que eu copiei a célula A10 e colei na célula B10. Eu não digitei a fórmula, e o Excel entendeu que deveria escrever uma fórmula, que mantivesse a mesma linha da fórmula original, no caso linha 2, pois eu a copiei na célula ao lado, de onde estava a fórmula original, mantendo sempre a mesma linha.

Agora observe que a coluna foi modificada para B, na célula copiada, pois o Excel percebeu que você “caminhou” uma coluna à direita.

Esse é o conceito de fórmula relativa.

Uma fórmula pode ser relativa no movimento entre colunas ou linhas.

No exemplo que acabei de fazer, a fórmula foi construída de forma relativa à coluna que estava originalmente.

Vamos agora copiar essa célula A10 na célula A11.

Nesse exemplo, ao conferir o conteúdo da célula A11, é possível observar que o programa modificou a linha da sua referência, mas não alterou a coluna.

Isso se deu pois não houve movimento lateral e sim, vertical, entre linhas.

A ação de construir fórmulas relativas pode ser realizada com cópias ou arrastando e soltando o canto inferior direito de qualquer célula. Esse movimento, como já frisado, pode ser em linhas e/ou colunas.

Fórmulas absolutas: O que é referência absoluta?

Referência absoluta é quando fixamos um endereço de referência, coluna e/ou linha, de uma determinada célula com o uso do $.

Uma fórmula pode ter sua referência com coluna fixa e/ou linha fixa.

Fixar ou congelar é quando instruímos ao Excel, a caso houver movimento com a célula que contém essa fórmula, o programa não poderá modificar a coluna ou a linha fixa.

Para fixar uma coluna basta digitar ao lado esquerdo de um endereço de coluna o símbolo, cifrão ($).

Clicando na célula B10 e adicionando um cifrão ao lado do B eu estou instruindo ao Excel fixar essa coluna. Para demonstrar isso eu vou copiar a célula, teclando CTRL + V, e colar na célula ao lado direito.

Observe que o conteúdo da célula C10 apresenta a fórmula $B10, ou seja, o Excel não modificou a coluna, pois o instrui a não fazer isso.

Copiando a célula B10 e colando na célula D11, o programa continuará mantendo na nova célula a informação de endereço $B, antecedida de cifrão, mas a linha será modificada relativamente para 3, pois a linha não está congelada.

Para fixar uma linha e uma coluna eu preciso apenas digitar no lado esquerdo da coluna e do número um cifrão ($).

Selecionando a célula B10, para fixar a coluna e a linha, posso editar seu conteúdo deixando da seguinte forma:

=$B$2

Temos nesse exemplo uma referência de célula fixa para movimentos verticais e horizontais.

Uma fórmula mista é quando ela apresenta uma coluna fixa ou uma linha fixa. Quando houver um ou outro temos então uma fórmula mista, mas no caso de estarem congelados os dois endereços, coluna e linha, temos aí uma referência 100% fixa, ou congelada e nesse caso abusoluta.

Observe abaixo os quatro cenários possíveis de fórmulas:

A1 – Nesse exemplo a referência da fórmula é relativa na coluna e na linha

$A1 – Nesse exemplo a referência da fórmula mista é absoluta na coluna e relativa na linha

A$1 – Nesse exemplo a referência da fórmula mista é relativa na coluna e absoluta na linha

$A$1 – Nesse exemplo a referência da fórmula é absoluta.

Sobre o autor

Allisson da Silva

Fundador & Editor

Professor, autor e empreendedor digital CEO da Compra Ae. Formado em Computação pela UEPB, lecionou, como também trabalhou por anos no setor de EAD da instituição. É cristão, PCD, analista comercial, desenvolvedor e musicista de fim de semana, além de conhecer um pouco de marketing digital.

Ver todos os artigos